Postado em: 16/06/2021

Vacinação prossegue nesta quarta para grávidas e puérperas a partir de 30 anos e pessoas com comorbidades exclusivamente na Unisa

Assessoria de Comunicação da PMA

A Prefeitura de Araxá prossegue nesta quarta-feira (16) com a vacinação exclusivamente na Unisa para portadores de comorbidades a partir de 18 anos, portadores de síndrome de down, de deficiência permanente (com ou sem BPC) a partir de 18 anos e grávidas e puérperas acima de 30 anos que ainda não receberam a 1ª dose da vacina contra a Covid-19. A expectativa da Secretaria Municipal de Saúde de Araxá é que a imunização desses grupos seja concluída essa semana. 

Grávidas e puérperas 

A imunização desse grupo será exclusivamente na Unisa por ordem de faixa etária e para receber a vacina a grávida ou puérpera deve apresentar: CPF, RG, Comprovante de Residência, Cartão de SUS (se tiver) e a declaração legível do médico, emitida em 2021, comprovando a condição clínica. Para puérperas, também será exigido comprovante de nascimento do bebê. 

- Quarta-feira (16) – grávidas e puérperas acima de 30 anos;

- Quinta-feira (17) – grávidas e puérperas acima de 25 anos;

- Sexta-feira (18) – grávidas e puérperas acima de 18 anos. 

Comorbidades 

Os portadores de comorbidades devem levar no momento da vacinação a cópia (xerox) dos seguintes documentos: CPF, RG, Comprovante de Residência, Cartão de SUS (se tiver) e a declaração legível do médico, emitida em 2021, comprovando a condição clínica. 

Deficientes permanentes contemplados pelo Benefício de Prestação Continuada (BPC) também devem levar cópia (xerox) do cartão BPC. 

Para obter a declaração, os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) devem procurar a Unidade Básica de Saúde mais próxima ou o médico de sua preferência (seja da rede pública ou privada).

 Falso atestado é crime 

A emissão de apresentação de falso atestado configura crimes de falsidade ideológica e falsificação de documento, podendo resultar em pena de dois a cinco anos de prisão. O médico responsável pelo documento pode responder de forma penal e até mesmo perder o registro profissional. A lista completa de comorbidades está disponível no site Araxá Vacina (www.araxavacina.com.br).

Mais lidas